segunda-feira, 2 de julho de 2012

Conquistas

Anne estava se arrumando para votar pela primeira vez!
Quanta felicidade...uma bela conquista, o sufrágio finalmente havia dado resultados após tantas lutas feministas, afinal, não eram mais apenas belos enfeites que os homens ostentavam por aí, agora votavam e tinham voz.
Olhava-se no espelho com ar de vitória, e pensava quantas mais conquistas iriam aalcançar, esperava que sua filha um dia iria à universidade, teria o futuro que escolhece, sem casamentos arranjados, ou de conveniência.
Estava feliz, sabia qual seria seu candidato, lera muito sobre ele e estava certa em quem votar, tinha opiniões políticas fortes, que agora sim, foi lhe dado o direito de expressá-las e não deixaria isso passar, sempre discutiria o que quer que fosse com seu marido, filha, amigos da família, enfim... aproveitaria a voz conquistada!
Como era bom votar, mostrar opinião... porém sentia-se triste por suas amigas que não chegaram a ver a luta ganha, foram mortas nas ruas simplesmente por quererem votar, serem ciadadãs ativas de sua cidade, de seu país, pometeu rezar por elas e agradecê-las todos os dis pela coragem, pela vitória, enfim, por serem mulheres!

Carina.

17 comentários:

  1. Quantas conquistas ao longo desses anos...E graças a essas mulheres de pulso, que com determinação e coragem, buscaram os seus direitos de igualdade!!! Belo texto para reflexão!!

    Tenha um semana iluminada, Carina!!
    Beijos!!♥

    ResponderExcluir
  2. A história é cheia de mártires, que lutaram, dando suas vidas para que a geração futura pudesse, simplesmente, existir...

    ResponderExcluir
  3. ..."sempre discutiria o que quer que fosse com seu marido, filha, amigos da família, enfim... aproveitaria a voz conquistada!"

    Carina, minha linda,concordo com a Mari Rehermann :- um belo texto para reflexão.

    grata,
    forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. Hoje comemorando o dia da Independencia da Bahia,que finalizou o processo da Independencia do Brasil, é ressaltada a ação da freira Joana Angelica primeira martir do Brasil.Assim seu texto é para mim uma ilustração da resistencia feminina em pró de uma causa maior e outras tantas mulheres neste processo.

    Bravo Carina uma construção historica sobre mais esta pagina infeliz da historia da sociedade.A voz ativa, o direito de ser e fazer, que tanto aspira.
    Adorei sua inspiração.

    Um abração amiga.
    Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Toninho pela aula de história, amo!!!

      E também agradeço o comentário...

      Beijos amigo!

      Carina.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. muito bonito Carina
    pena que tem final triste
    e não há beijos
    rs (liga pra mim não)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer o que Marcia... sou meio mórbida quando escrevo... sei lá a razão, mas sou assim...rsrsrs

      Carina.

      Excluir
  7. Bom dia!!!
    Vim agradecer a visita sempre carinhosa
    que vc faz ..parabenizar pela sua bela postagem
    sempre tão bonita e gratificante aos nossos olhos
    Nem sempre posso retribuir a visita, mas venho sempre
    que posso ver o que vc tem de mais bonito
    Que seu dia seja lindo
    Bjuss
    Rita!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rita por seu lindo comentário...

      Carina.

      Excluir
  8. Cheguei aqui hoje pela primeira vez e fiquei por aqui. Adorei a ideia, escritos, linguagem no corpo. É uma grande verdade nosso corpo as vezes revelam coisas que nem queríamos revelar!! bj.

    ResponderExcluir
  9. Que ótimo,que gostou e ficou por aqui :o)
    Caso queira participar das propostas escreva-me. ssaduan@yahoo.com.br (meu -email).

    abraços,
    sueliaduan

    ResponderExcluir
  10. Muitas vezes, quantas vidas são sacrificadas para termos certos direitos.

    Parabéns pelo post

    abraço

    ResponderExcluir