sábado, 28 de janeiro de 2012

Tecidos nobres

Aprendi na faculdade que coesão seria a "costura" do texto e que a própria palavra texto tem a ver com tecido, mas deixemos a etmologia de lado...
Por minha vez, procuro usar tecidos nobres, de grifes como Drummond, Lispector, Trevisan, entre tantas outras grifes que me dão tecidos para aquecer a alma, alguns mais rústicos, que me cutucam e me fazem acordar para uma nova realidade, outros já me embalam e acalmam, com cheirinho de lavado, tão bom de usar antes de durmir...
Grifes nobilíssimas, que utilizadas com cuidado não deformam ou desbotam, pelo contrário, quanto mais usamos mais belas e coloridas elas ficam.
Se eu pudesse tecer algo com a habilidades desses tecelões, teceria a alegria de saber ler, escreveria qua a melhor coisa que um ser humano pode fazer por outro é ensiná-lo a ler, a amar as letras e valorizar o poder de um livro, gostaria de um dia passar um pouco do amor e beleza deles a alguém que se propusesse a me escutar... sonho, quem sabe, mas também fui contaminada pela teia de Aracne, e espero envenenar também... veneno bom esse, que circula por nosso sangue e não tem cura, uma vez instalado!

7 comentários:

  1. É por isso que tu terces tão bem os teus escritos.
    Bom final de semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Uau Carina! Lindo, lindo, lindo.
    Coisa boa seu texto "essa ideia, "percepção","o caminho que escolheu ("desescolheu") e... metáforas, citações, "considerações:- que final!!! simplesmente, amei.

    gratíssima
    bjbj

    ResponderExcluir
  3. Carina queria estar neste sonhos de tecidos e contaminado por este adorado veneno.Voce foi de uma felicidade fantastica em suas metaforas neste belissimo exercicio.Eu fico aplaudindo minha amiga.
    Sueli minha amiga que coisa linda esta participação.
    Meu abraço.Bju.

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Passando pra desejar-lhe uma semana abençoada e comunicar que estou bem afastada da net...
    Meus blogs sumiram e tivemos que criar outros continuando os antigos...
    Uma enfermidade me pegou de supetão e me distanciou ainda mais daqui pois precisei estar hospitalizada e agora, em "liberdade condicional"... ( dias em Hospital e dias em casa, entre exames, diagnósticos e outros)...
    Assim que der, seguirei lendo seu post e me enriquecendo, como sempre.
    Bjs de paz e esperança

    ResponderExcluir
  5. Eta Carina!!! danada essa menina na "escrita", Toninhobira. Gosto muito.

    abraços

    ResponderExcluir
  6. Orvalho do céu: força, muita luz... e logo,logo estará aqui lendo "essas feras" e psotando seus belíssimos comentários.

    super beijão.

    ResponderExcluir